Agendar visita
Conheça nossa proposta
Nossa Estrutura
Conheça nossos espaços

Dance, dance, dance

Em um colégio no qual as habilidades socioemocionais são levadas a sério, a dança ocupa papel central. E é por isso que o Dançarqui acontece há 19 anos no Colégio Marista Arquidiocesano e reúne o que há de melhor nos estilos clássico, livre, contemporâneo, jazz e danças urbanas.

Neste ano, participaram da 19ª edição do Dançarqui os seguintes c

olégios:  Albert Sabin, La Salle, Dom Pedro, Eduardo Gomes, Escola Projeto Vida, Madre Cabrini, Marista Arquidiocesano, Marista de Brasília, Marista Nossa Senhora da Glória, Mirassol, Nossa Senhora do Rosário, Objetivo Ipiranga, Renovação, Santo Agostinho, São Camilo Cardeal Motta e São José de Sion. As obras sociais Centro Social Marista Ir. Justino, Rampazzo Cia de Dança, Centro para Criança e Adolescente Thiago Abdalla Fiuza, Cia Ballet de Cegos Fernanda Bianchini e Vocação Urbana – Projeto Vocacional e os convidados Malosá Studio de Dança e West Side também integraram o evento.

Os jurados Leila Bass, Cesar Dias, Artemis Bastos, Rafael Panta, Cesar Albuquerque, André Malosá, Thiago Negraxa, Pam de Brito e Juju Ramos foram essenciais para a avaliação das coreografias.

“Temos uma preocupação bastante substancial no Dançarqui com a questão da inclusão. E é por isso que a participação do Centro Social Marista Irmão Justino, apresentando uma forte crítica social em sua coreografia “Alienados”, foi um ganho para todos. No caso da Cia. Ballet de Cegos Fernanda Bianchini, pudemos observar a delicadeza da dança e a força de superação das bailarinas, levando a plateia a momentos de muita emoção, afirmou Silvana Marques, coordenadora do setor artístico do Núcleo de Atividades Culturais do Arquidiocesano.

Resultados

O Arqui obteve boas colocações no Dançarqui. As apresentações do primeiro dia não tiveram caráter competitivo. No segundo dia, o Arqui conquistou o 1° lugar no estilo clássico juvenil com a coreografia “Pedras preciosas”, e no estilo livre juvenil ficamos em 2° lugar com “Águas vivas”.

Em 1° de junho, o Marista Arquidiocesano ocupou o 2° lugar no contemporâneo juvenil com a coreografia “Mais”. No jazz juvenil também ficamos em 2° lugar com a coreografia “The Night”.

No dia 2 de junho, o Marista Arquidiocesano ficou em 1° lugar com a coreografia “Os reptilianos”, no estilo livre infantil.

E no último dia, em 3 de junho, a coreografia “Tribos da moda”, do Arqui, ficou em 1° lugar no estilo “danças urbanas infantil”. Em “danças urbanas juvenil”, o Arqui também ficou na 1ª posição com a coreografia “Fogo”.

“Gostaria de agradecer a todos os funcionários, estagiários e professores do Arquidiocesano que ajudaram na organização do Dançarqui. Quero agradecer também as famílias de todos os colégios que colaboraram com o leite em pó – requisitado para a participação no festival – que foi encaminhado para as instituições parceiras do Festival Champagnat. Os professores e alunos das escolas que participaram do 19º Dançarqui fizeram um excelente trabalho”, finalizou Silvana Marques.

Share

VOCÊ GOSTOU DO POST?

Faça já a sua
matrícula

Venha fazer parte da nossa família! Preencha o formulário com seus dados e demonstre seu interesse em matricular seu filho em uma das nossas unidades.

Acessar!

Fale conosco

Entre em contato com os Colégios Maristas e esclareça suas dúvidas, faça sugestões e nos conte sobre seus interesses.

Fale Conosco