Agendar visita
Conheça nossa proposta
Nossa Estrutura
Conheça nossos espaços

Alunos do 2º ano aprendem empreendedorismo em projeto de educação financeira

 

UM POUQUINHO MAIS SOBRE O NOSSO PIS- 2ª parte

“DINHEIRO…PARA QUE TE QUERO NO MUNDO INFANTIL E NO FUTURO DE GENTE GRANDE”

A Educação Financeira continua fazendo parte de nossas aulas e as crianças vêm aprendendo que deve fazer parte de suas ações diárias, com o desenvolvimento de boas atitudes ao pensarem em economia.

Mas como os pequenos podem colaborar com a economia em casa e na escola, de modo que essas boas atitudes sejam incorporadas? Para que isso ocorra, esse assunto deve sempre fazer parte das discussões com as crianças, para desenvolverem a colaboração, a partilha e o consumo consciente.

Na escola, buscamos praticar boas ações, pois sabemos que os bons exemplos contagiam outras crianças e adultos. Todo bem se reverte em um bem maior, e as atitudes falam mais do que mil palavras.  Exemplos de economia realizada diariamente pela turma:

  • ao sair da sala, deixar a cadeira próxima à mesa para ninguém tropeçar;
  • apagar a luz;
  • ao recortar o papel durante as atividades, jogá-lo no lixo azul, tendo a certeza de que esse resto de papel será transformado (reciclado) e alguém poderá usá-lo novamente;
  • ao tomar água do bebedouro, encher a garrafa com a quantidade que julgar necessária e não deixar a água transbordar;
  • se for ao banheiro e perceber algum vazamento nas torneiras ou no vaso sanitário, avisar ao assistente de aluno ou ao primeiro adulto que estiver por perto.

Porém, o trabalho envolvendo Educação Financeira, dando ênfase ao cuidado com o espaço de convívio, não para por aí.

Seguimos para novos rumos de exploração, abordando as consequências do bom uso do dinheiro a longo prazo. Um exemplo é o valor que se dá ao estudo.

Se dermos importância para os investimentos nos estudos, poderemos, um dia, ter uma profissão. Se nos dedicarmos para o que realmente gostamos, o trabalho que fizermos para o próximo, poderá nos trazer grande satisfação.

Para exemplificar o tema inserido em nosso projeto: Dinheiro para que te quero no futuro de gente grande, entrevistamos Fernanda R. Passalacqua, mãe do aluno João Pedro, do 2º ano A, Ensino Fundamental.

A sra. Fernanda nos mostrou como é bom empreender, ou seja, ter sua própria empresa. Para isso, precisou estudar muito, trabalhou em outras empresas e foi conquistando experiência para um dia ter coragem de abrir seu próprio negócio: um hostel.

Mas… no que um hostel é diferente de um hotel?

Essa forma de hospedagem é bem mais econômica do que um hotel. Muitos viajantes preferem abrir mão de mais conforto para poder viajar com menos dinheiro e poder, assim, realizar seu sonho, ou até trabalhar em outra cidade por alguns dias sem gastar tanto e se hospedar num lugar aconchegante, seguro e mais econômico.

Que aprendizado as crianças tiveram ao conhecerem a opção de hospedagem num hostel? Aprenderam que é possível fazer novas amizades, passeios, colaborar com a organização do local, mesmo que haja funcionários para a limpeza diária. Cada hóspede pode preparar a sua refeição, se quiser. No hostel há pratos, panelas, talheres, mas cada pessoa deverá lavar a louça que sujou, pois o próximo hóspede poderá também querer cozinhar e deverá encontrar a louça limpa.

“Mas, se tiverem quatro pessoas para jogarem videogame?” (João Pedro havia contado, anteriormente, que há uma área de lazer e as pessoas podem jogar videogame).

A resposta foi direcionada às habilidades que estamos desenvolvendo a cada dia no colégio: “vão precisar compartilhar, esperar a sua vez, entrar em acordos, negociar, respeitar a vez do outro, cuidar do aparelho para que não quebre.”

Outra questão é o dinheiro que a mãe do João Pedro ganha com o empreendimento. Ele precisa ser bem administrado: por exemplo, o João não poderá comprar milhares de pokemons, pois é necessário manter o local sempre conservado, comprar produtos, pagar os funcionários e as contas de luz, de água. Só uma parte do dinheiro fica para a família. Dar empregos também é muito bom, pois o negócio da família de João beneficia outras famílias!

A palestra, que contou com o recurso da apresentação em Power Point, foi um grande sucesso!

Cada aula destinada ao nosso projeto faz com que as crianças tenham contato com diferentes realidades e adquiram novos conhecimentos de como uma boa Educação Financeira pode impactar seus futuros de forma positiva. As ações diante das vivências que nosso projeto vem proporcionando fazem com que as crianças reflitam e interajam frente à possibilidade de se tornarem pessoas melhores quando essa questão envolve o valor dado às diversas possibilidades que o dinheiro proporciona.

Obrigada, mamãe Fernanda, por compartilhar sua experiência!

Texto: Professora Regina- 2º ano A

 

Share

VOCÊ GOSTOU DO POST?

Faça já a sua
matrícula

Venha fazer parte da nossa família! Preencha o formulário com seus dados e demonstre seu interesse em matricular seu filho em uma das nossas unidades.

Acessar!

Fale conosco

Entre em contato com os Colégios Maristas e esclareça suas dúvidas, faça sugestões e nos conte sobre seus interesses.

Fale Conosco