Agendar visita
Conheça nossa proposta
Nossa Estrutura
Conheça nossos espaços

Alunos do 1º ano do Ensino Fundamental – Anos Iniciais aprendem sobre impactos ambientais no Laboratório de Ciências

1º Ano: Impactos ambientais

Professoras do 1º ano – todas as turmas

No Arqui, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030) e as Habilidades do Século XXI!

Não devemos cuidar da natureza apenas porque ela é bela, mas porque fazemos parte dela. Se ela morrer, o ser humano também morrerá – foi o que os pequenos cientistas do 1º ano do Ensino Fundamental – Anos Iniciais concluíram quando foram ao laboratório de ciências simular três formas de impactos ambientais proporcionados pela espécie humana: (a) o derramamento de petróleo no mar (ou despejo de óleo nos rios); (b) a contaminação das águas por substâncias químicas e (c) desmatamento.

A criatividade levou os professores a misturarem óleo com pó de carvão para simular o petróleo. Quando este foi lançado em uma tina de água (para simular os oceanos), as crianças tiveram que negociar e tomar uma decisão: como remover a mancha flutuante? Assim, jogaram serragem sobre a mancha e, com uma rede, recolheram boa parte do óleo.

Nessa perspectiva, visando preservar a vida debaixo d´água, foi necessária flexibilidade cognitiva para solucionar o segundo problema: a contaminação da outra tina de água com café. Porém, dessa vez não foi possível remediar o problema. Isto porque, o café, diferente do óleo, se mistura com a água! – Concluíram as crianças. E o que fazer então? – Indagaram. A resposta para essa pergunta, pequenos cientistas, é o tempo. Só o tempo poderá degradar esse poluente e reestabelecer o equilíbrio do ecossistema. Será que temos esse tempo?

Outro experimento os levou a pensar sobre a solução de um problema complexo: o desmatamento. As crianças sabiam da relação das árvores com o oxigênio que respiramos, porém, também entenderam que são as florestas preservadas que mantém todo o clima do planeta. E, evidentemente, mantê-las “em pé” é, além de uma forma de combate às mudanças climáticas, uma excelente estratégia para preservar os rios e o solo do planeta.

A conclusão da sequência didática foi simples e vem sendo proferida desde os tempos mais remotos pelos antigos na forma de um conhecido ditado popular: – É melhor prevenir do que remediar!

Parabéns e até a próxima, pequenos cientistas!

Share

VOCÊ GOSTOU DO POST?

Faça já a sua
matrícula

Venha fazer parte da nossa família! Preencha o formulário com seus dados e demonstre seu interesse em matricular seu filho em uma das nossas unidades.

Acessar!

Fale conosco

Entre em contato com os Colégios Maristas e esclareça suas dúvidas, faça sugestões e nos conte sobre seus interesses.

Fale Conosco